18 de dezembro de 2014

A trajetória que fez "Orange" ir de Shoujo a Seinen.



Quarta-feira postei esta imagem linda de "Orange" e coloquei na descrição que a série havia deixado de ser Shoujo, dito isto muitas pessoas que acompanham a página se perguntaram como afinal as coisas tinham acabado dessa forma.


Bem, queria contar a história completa então demorei um pouco, reunindo as informações para passar certinho para vocês. Senta que lá vem a história.

Orange, série de Takano Ichigo, conta a história de Takamiya Naho, uma garota de 16 anos que recebe uma carta estranha escrita por ela mesma 10 anos no futuro. De início ela acha que é apenas uma brincadeira, mas como a carta é bem detalhada, não demora muito para os primeiros eventos acontecerem de verdade, como a chegada de um novo estudante transferido que se senta ao lado dela na sala de aula, Naruse Kakeru. A Naho de dez anos mais tarde, repetidamente afirma que ela tem muitos arrependimentos, e ela quer tentar corrigi-los, certificando-se que a Naho do passado faça suas certas decisões. Pela descrição acredito que já desperta bastante interesse na leitura da série que foi lançada na Bessatsu Margaret no ano de 2012, agradou bastante o público e logo se popularizou.




Excelente história sendo serializada numa das maiores revistas shoujo, tudo perfeito, não? Não! Depois do nono capítulo publicado em novembro (2012), a revista informou que no mês seguinte não sairia o capítulo 10, que também não saiu no outro, nem no outro até que a Takano Ichigo resolveu apagar todas as suas contas na internet, mas antes disto tinha postado uma nota comentando que não estava aguentando a pressão de ser mangaká =/ (O trabalho, pelo que leio na internet,  realmente costuma ser bastante intenso mas é o sonho de muitas pessoas e as mangakás que acompanho, me parecem realizadas e felizes, espero que seja isso mesmo >.< )

Takano Ichigo sumiu da rede e "Orange" azedou ,ficou paralisado no nono capítulo na revista. Até que a laranja estragou de vez, a Betsuma deletou tudo o que tinha sobre a série do seu site oficial e Orange sumiu sem nenhuma nota oficial, mas pelas declarações, acredita-se que a briga entre mangaká e editora tenha ocorrido por conta de cumprimento de prazos e na confusão, os fãs foi quem saíram perdendo pelo que parecia ser o fim precoce da série, que chegou a ter 2 volumes encadernados publicados pelas Shueisha e ao mesmo tempo também o fim da carreira da mangaká. 

  Capas da Betsuma com Orange 
              


Re:Collection
Meses depois, surge a notícia que um novo mangá da autora seria publicado numa nova revista. Hã? E Orange? Pois é, foi anunciada para abril de 2013 a sua nova série "Re: Collection", que seria publicada mensalmente na Monthly Action da editora Futabasha. Por um lado, foi bom saber que Takano Ichigo continuava na ativa e por outro , o anúncio de uma outra série foi um banho de água fria, parecia que desta vez era o fim de Orange. 

Até que em outubro o Comic Natalie trouxe a boa nova, o mangá Shoujo "Orange" seria retomado em 2014 na revista voltada para o público Seinen, Gekkan Action, da Futabasha. E assim aconteceu, Orange ganhou seu o décimo capítulo,1 ano e meio depois XD, na edição de abril de 2014 da revista. Os dois volumes anteriores do mangá foram republicados no formato padrão B6 da editora mais o terceiro volume completo. Sendo lançado em revezamento com o Re:Collection. E assim o mangá passou a ser Seinen e não mais Shoujo </3 sempre será shoujo no meu coração, isso é que importa.

Além do CN ter publicado a notícia,a própria Takano Ichigo voltou a ter um site pessoal e postou uma nota para os fãs que foi traduzida pelo pessoal do Dimi-chan.

“Estão todos bem? Aqui é a Takano Ichigo.
Já se passou quase um ano e, dessa vez, terei uma nova série publicada pela Monthly Action da Futabasha.
E que eventos levaram a isso…
Na verdade, fiquei com a saúde frágil a partir do ano passado e não consegui mais desenhar a série que estava fazendo na época. E quem me ajudou e apoiou nessa situação foi o editor do departamento editorial da Action (meu atual editor responsável).
Pensei que gostaria de fazer uma retribuição a este editor que me salvou, pois, apesar de muito antes já haver recusado uma oferta de publicação da Futabasha, ele disse que me esperaria e me ajudou.

E ao imaginar como, de alguma forma, poderia agradecer, decidi pedir para fazer a publicação.
Aconteceram muitas outras coisas, como a primeira ida ao hospital depois que fiquei doente, hospitalização, perder um dente incisivo, pensar seriamente em construir uma casa para poder comprar um corgi.
Mesmo assim, finalmente, consegui terminar os manuscritos do primeiro capítulo e começar a publicação da nova série.
Ainda que seja uma série publicada sem regularidade, pois não é possível dizer que estou com a saúde totalmente recuperada, a única coisa que me permito é ficar feliz com o apoio de vocês.
E não permitido dizer nada até o anúncio oficial, mas, na verdade, “Orange” voltará a ser publicada, agora pela Monhtly Action.
Em relação a “Orange”, não pude mais desenhá-la na Bessatsu Margaret depois que fiquei doente. Apesar de ter pedido para voltar mais uma vez à Betsuma, não tive sucesso. Também acabei ficando sem um editor responsável.
Primeiro pensei em voltar a fazer “Orange” como um webcomic. Mas o editor da Futabasha e o departamento editorial desta disseram “Vamos colocar na Action”, e o retorno de “Orange” tornou-se realidade.
Depois que acabei causado muitos problemas na Betsuma, cuidaram de mim, preocupando-se com a minha saúde e indicando-me um hospital, ouviram minhas conversas e, com muita alegria, ajudaram-me com a volta de Orange”. Estou imensamente agradecida, do fundo do coração.
Mas tomando isso como oportunidade, saí da Betsuma e agora sinto que dei um passo à frente como (desenhista) independente.
Há muitas coisas que quero fazer. Quero, de qualquer jeito, comprar um corgi. E, ainda, arrumar o dente. Ah não, quero é fazer muitos mangás e desenhos.
Gostaria de poder desenhar mangá também nessa página.
Se tiver tempo…
Ficou decidido que “Orange” será republicada desde o primeiro volume e, por isso, peço o apoio de todos.
Havia dito que terminaria em uns três volumes, mas, pensando na história e conversando com o editor responsável, parece que vai durar um pouco mais. Uns cinco volumes? talvez.
Rodei pela cidade de Matsumoto com o editor, e estamos ambos cheios de vontade!
Ficarei feliz se puderem ler até o final.
E essa página que foi renovada não é um blog.
Como as notícias e os recados ficarão a cargo do empresário (meu pai), acho que serão dados em tempo real.
Na verdade quase não trabalhei no desenvolvimento dessa página…
Vou dar o melhor de mim, apesar de haver alguns pontos não resolvidos, e por isso peço o apoio a “ReCollection” e também a “Orange”.”
Takano Ichigo

A confusão entre Takano Ichigo e Shueisha foi séria mas felizmente, a mangaká deu a volta por cima e segue com seu ótimo trabalho e a Betsuma continua sendo minha revista favorita, sempre trazendo grandes séries e todo mundo termina feliz \o/





Fonte: 

Animecodex
Chuvadenanquim
Dimi-chan
Comic Natalie

2 comentários:

Gustavo Torres disse...

Interessante notar que Orange ainda é classificado como shoujo na Comic List: http://comiclist.jp/index.php?p=rnk&ch=3

Na prática, a mudança de revista (e, no caso, de demografia) não interferiu em nada na essência da série. Como você disse, sempre será shoujo no meu coração e é isso que importa <3

Shoujo Lovers disse...

Pois é, acredito que o "certo" é considerar a origem. Como você disse, a essência foi mantida, apenas houve o desentendimento entre as partes. Agora o Comic List tb gosta de fazer umas saladas né ahahaha. Ah! Vai ser sempre shoujo ♥