6 de janeiro de 2017

Mangaká faz ensaio autobiográfico sobre experiência com mal de Parkinson


Em 2001, a mangaká Kyoko Shimazu (Nurse Station) começou a ter tremedeiras incontroláveis na sua mão direita e depois em todo o lado direito de seu corpo. O médico disse para que ela relaxasse e que tudo estava bem. Ela desistiu de desenhar mangás e começou a dormir bastante, mas os sintomas só pioraram. Cada vez mais nervosa, ela procurou médicos por sete anos, tentando descobrir qual era seu problema.  Ela finalmente descobriu que tinha mal de Parkinson, um distúrbio neurodegenerativo de longa duração.
Desde então Shimazu perdeu a capacidade de falar e anda com dificuldade, mas ela consegue expressar seus sentimentos e contar suas experiências com o Parkinson em um ensaio de mangá, Mangaka, Parkinson-byo ni Naru (Uma mangaka com Parkinson). 



Em um post em seu blog, Shimaru se desculpou por se desenhar tão jovem (Percebi que só consigo desenhar um padrão) e agradeceu as pessoas que estavam lá para torcer por ela e a apoiarem quando os seus sentimentos estavam no fundo do poço, e viver parecia doloroso e inútil.


“[Minha mão] parece uma criatura diferente.”

Mangaka, Parkinson-byo ni Naru é publicado pela Bunkasha em 10 de dezembro. Se você estiver interessado em mangás similares,  With the Light: Raising an Autistic Child de Keiko Tobe retrata as dificuldades enfrentadas por uma mãe de uma criança autista e Hideo Azuma escreveu um mangá autobiográfico sobre alcoolismo. 

Fonte: AnimeNewsNetwork

Nenhum comentário:

Postar um comentário