22 de fevereiro de 2017

Kodansha USA lista lançamentos digitais para Chihayafuru, Tokyo Tarareba Girls e Hana to Shinobi


A editora norte americana de mangás Kodansha Comics postou o primeiro capítulo de Chihayafuru de Yuki Suetsugu, Tokyo Tarareba Girls (Tokyo Tarareba Musume) de Akiko Higashimura e Hana to Shinobi de Narumi Hasegaki.
O primeiro volume das três séries estará disponível digitalmente em várias plataformas em 14 de fevereiro. Kodansha Comics ainda não anunciou os detalhes das publicações. 


Sinopse de Chihayafuru: O sonho de Chihaya era ver sua irmã se tornar a melhor modelo do Japão. Isso até Arata, que veio transferido de outra escola, lhe dizer o contrário. Segundo ele, um sonho é algo que precisa ser trabalhado para você mesmo. Arata é jogador de um jogo de cartas tradicional do Japão, conhecido como Karuta, de uma maneira que Chihaya nunca havia visto. Após assumir o lugar de Arata num jogo, Chihaya descobre uma nova paixão. Seu sonho mudou e agora ela quer se tornar a número um do Japão.

Suetsugu lançou o mangá em andamento na revista Be-Love da Kodansha em dezembro de 2007 e a Kodansha irá publicar o volume 34 em 13 de março. A revista DA Vinci elegeu o mangá em 7º em sua lista de livros do ano, ano passado. Kodansha lançou edições bilíngues  do mangá no Japão.
O mangá inspirou dois animes de 25 episódios e dois filmes Live Actions e um terceiro live-action está sendo produzido. O volume 22 do mangá trazia também um DVD original do anime e foi lançado em setembro de 2013. Sentai Filmworks anunciou em setembro que licenciou o anime.


Kodansha descreve Tokyo Tarareba Girls:

“Eu passei meu tempo todo pensando “e se” Então um dia eu acordei com 33 anos.”
Rinko não se acha assim tão feia, mas antes que percebesse ela tinha trinta e poucos anos e estava solteira. Agora ela quer se casar em tempo das olimpíadas em Tóquio em seis anos, mas isso não será tão fácil quanto ela espera. 

Higashimura começou a série na Kiss da Kodansha em março de 2014 e o sexto volume será publicado em 13 de setembro. O mangá teve mais de 1,8 milhões de cópias impressas. A série foi nomeada como “Melhor mangá geral” nesse ano no 40th Annual Kodansha Manga Awards e 2º lugar na lista de melhores mangás para leitoras Kono Manga ga Sugoi! (confira lista complete AQUI) A revista Da Vinci elegeu em 19º em sua lista de livro do ano, ano passado.

Outro mangá em andamento de Higashimura, Kuragehime, inspirou um anime em 2010, que foi lançado nos EUA pela Funimation e um live action para a televisão em 2013.

A série inspirou uma série live action que estreou em 18 de janeiro. Confira detalhes no nosso Guia Shoujo/Josei de doramas e filmes - Inverno 2017


Kodansha descreve Hana to Shinobi:

Benio é a herdeira da família mais rica do Japão e a tradição diz que ela deve se casar com a primeira pessoa que a beijar. Então, assim que entra no colegial ela contrata o ninja Tamaki como seu guarda-costas, mas ele acaba se revelando um jogador. Não é sempre fácil para uma garota rica obstinada e um ninja sabichão se darem bem nessa comédia romântica sobre uma jovem pura e seu cavaleiro quente.

Hasegaki lançou o mangá na Kodansha em 2015 e a editora lançou o quarto volume em 13 de fevereiro.
Hasegaki anteriorente desenhou o mangá Tonegawa no Lab Story em 2014, quando a autora tinha apenas 17 anos.

Fonte: Kodansha USA, AnimeNewsNetwork

Nenhum comentário:

Postar um comentário