6 de março de 2017

Indicados ao 21º Prêmio Cultural Osamu Tezuka


O jornal Asahi Shimbun anunciou no dia 23 de fevereiro os oito candidatos indicados ao 21º Prêmio Cultural Osamu Tezuka.
Os prêmios comemoram as contribuições do pioneiro mangaká Osamu Tezuka (Ribbon no Kishi, Astro Boy, Hi no Tori, Jungle Emperor entre tantos outros ), ao reconhecer o mangá que melhor segue sua tradição. Dito isso, nem preciso comentar o quanto esse prêmio é um reconhecimento importante na carreira de qualquer mangaká. 

Os vencedores serão anunciados no Asahi Shimbun no final de abril. A cerimônia de entrega de prêmios será  em Tóquio no dia 31 de maio.

No ano passado, como representantes shoujo e josei na categoria principal, tivemos Orange e Chihayafuru, respectivamente. Infelizmente nenhum deles levou o prêmio, mas a mangaká Yuki Andou teve seu trabalho reconhecido levando o prêmio na categoria de novo criador com seu mangá Shoujo Machida-kun no sekai (Confira AQUI). 

Neste ano, nossos representante são Kujira no Kora wa Sajou ni Utau (Shoujo), Hana ni Somu (Josei), Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu (Josei). Esta é a segunda vez que Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu de Kumota foi nomeado, a primeira nomeação ocorreu no 17º prêmio em 2013.

Confira a lista com todos os indicados: 

Kujira no Kora wa Sajou ni Utau (Shoujo)
Autora: Abi Umeda

Akita Shoten

Sinopse: Chakuro é um jovem de 15 anos arquivista de Doro kujira, uma ilha quase utópica que flutua sobre a superfície de um mar infinito de areia. Nove em cada dez dos habitantes da Doro kujira foram abençoados e amaldiçoados com a capacidade de usar saimia, poderes especiais que os condenaria a uma morte precoce.
Chakuro e seus amigos tem topado com outras ilhas, mas eles nunca se encontraram, visto ou ouvido falar de um ser humano que não era da sua própria ilha. Um dia Chakuro visita uma ilha tão grande como o Doro kujira e conhece uma garota que vai mudar o seu destino.






Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu (Josei)
Autora: Haruko Kumota
Kodansha


Sinopse: A história desenrola-se à volta de um prisioneiro que é libertado por bom comportamento durante a era Showa Genroku. Ele é então chamado pelas outras pessoas de Yotaro, um termo que significa “anti-herói” ou “homem estúpido”. Quando ele regressa à sociedade vai atrás de um famoso escritor e pede para ser seu aprendiz, começando carreira no rakugo, um entretenimento japonês baseado em monólogos humorísticos. A segunda temporada será na era moderna com a história de Kikuhiko e Sukeroku do passado até agora. 










Hana ni Somu (Josei)
Autora: Fusako Kuramochi
Shueisha


Sinopse: A história gira em torno de Kano Sogabe, uma garota que, através do tiro com arco, conheceu seu melhor amigo Haruta. Quando Haruta perde sua família em um acidente trágico que também reivindica o santuário que ele chamou de casa por anos, ele é levado para Kansai para cuidados psiquiátricos. Kano não o viu desde então. No ensino médio, Kano sofreu um declínio em seu tiro com arco, e tenta fugir dele temporariamente apenas para voltar a ele novamente. Agora, Haruta retorna, mas ambos mantêm distância um do outro.












Golden Kamuy
Satoru Noda

Shueisha

Sinopse: Em Hokkaido, nas terras do extremo norte do Japão, Sugimoto sobreviveu à guerra russo-japonesa da era Meiji. Apelidado de "Sugimoto, o Imortal" durante a guerra, ele agora procura as riquezas prometidas pela corrida do ouro, na esperança de salvar a esposa viúva de seu falecido companheiro de guerra. Durante a sua caça ao ouro, ele descobre sobre um estoque enorme de ouro escondido por um criminoso. Através de uma parceria com uma garota da tribo Ainu, que salva a sua vida, ele luta contra os criminosos, os militares, e a própria natureza para encontrar o tesouro!











SAD GiRL
Kan Takahama

LEED Publishing Co., Ltd.

Sinopse: Contém cinco histórias curtas, com o título da história focando Shiori Murakami, uma dona de casa. Depois de uma overdose de pílulas para dormir, ela é levada para o hospital. No dia seguinte, ela desaparece, para nunca mais ser vista novamente.
















Tokusatsu Gagaga
Niwa Tanba

Shogakukan

Sinopse: A história do mangá se centra em Kano Nakamura, uma funcionária de 26 anos, vista como altamente desejável em seu local de trabalho, mas na verdade é um otaku de tokusatsu. Ela vive com medo de ser descoberta, esgueirando-se pela cidade para pegar miniaturas em cápsulas dos seus programas favoritos, cantar canções tokusatsu sozinha em karaokê e viver sua vida com o lema de seus heróis em seu coração.











Dokonjo Gaeru no Musume
Yuuko Outsuki

Hakusensha

Sinopse: Um mangá autobiográfico focado na infância tumultuada como filha do autor Yasumi Yoshizawa, criador do mangá "Dokonjo Gaeru", que leva seu nome neste mangá como homenagem. Aqui Ootsuki mostra-nos como a sua situação familiar era instável mesmo seu pai ganhando fama pelo seu mangá.















Rainman
Yukinobu Hoshino

Shogakukan

Sinopse: Taki Amamiya é notificado do suicídio repentino de seu irmão gêmeo que ele nem sabia que existia. Mas para Taki, que trabalha com relutância no Instituto de pesquisa de parapsicologia, era só o prelúdio para uma cadeia mais chocante de eventos. Depois de seguir a recomendação da polícia para investigar o assunto com mais profundidade, eles encontraram um fato surpreendente: Taki não tem cérebro.










O Comitê deste ano – composto pela atriz Anne Watanabe, autor Kazuki Sakuraba, criadores de mangá Machiko Satonaka e Tarō Minamoto, professor e estudioso Shouhei Chujou, editor de mangá Haruyuki Nakano, crítico de mangá Nobunaga Shinbo e autora de mangá e pesquisadora Tomoko Yamada – selecionou os candidatos a partir de títulos recomendados por especialistas e funcionários de livrarias. Para ser elegível, o mangá tinha que ter tido um volume compilado publicado em 2016. 


Fonte: AnimeNewsNetwork, Shoujo Lovers, Baka-updates.

Nenhum comentário:

Postar um comentário