30 de maio de 2017

Recomendação de mangá: Ai Hime – Ai to Himegoto


Amor e segredo.
Ai Hime é um mangá lançado por Mitsuki Kako de 2006 a 2007 na revista Betsucomi e finalizado em 3 volumes.



Sinopse: Ela o encontra deitado sob as flores de cerejeira enquanto persegue um gato. Eles se beijam e Mao se apaixona a primeira vista. Tudo parece perfeito, até que em um jantar com seus pais, Mao descobre que o homem que ela beijou no dia anterior é o irmão adotivo de seu pai com quem ela vai morar enquanto os pais estão fora do país. Agora ela precisa aprender a conviver com a pessoa que ela ama – e com o fato de que esse amor pode ser mais difícil do que ela pensava.

Por que ler?

O mangá consegue ser fofo e engraçado ao mesmo tempo. Você se apega aos personagens e se emociona com seus sentimentos. 
O relacionamento dos dois floresce de forma natural e meiga, sendo um daqueles shoujos que te faz dizer “que fofo” muitas e muitas vezes.
Outro ponto positivo é o fato de ser concluído em apenas 13 capítulos, o que torna uma leitura leve que pode ser feita em pouco tempo e te deixa satisfeito com o final.


O traço antigo é um desafio?

Confesso que muitas vezes tenho preconceito de ler mangás com o estilo de traço muito antigo, mas quando a história me prende, acabo me acostumando ao traço e achando que se encaixa bem a história, o que é o caso de Ai Hime.

Considerações finais:

Mangá mais que recomendado para quem gosta de shoujos com casais de idades diferentes e com a dinâmica de morarem juntos enquanto o romance vai florescendo. O mangá tem excelentes personagens secundários, como o amigo de infância do Jinya assim como a chefe dele. 
São 13 capítulos que fecham a história de forma perfeita, sem tempo para muita enrolação, o que ajuda bastante a leitura.

Onde encontrar: 

Português: Mangás Space - leia AQUI (Completo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário